2 de maio de 2011

A Dança das marés

Os ventos rumando para o norte cuidavam daquela noite, trazendo a brisa fresca do inverno. Sobre os incontáveis grãos de areia da praia se encontrava um velho índio e seu neto, como de costume os anciões precisavam reviver as antigas lendas. O velho levantou esfregando ambas as mãos para se proteger do frio, apontou para a lua cheia que banhava com seu brilho prata aquela noite, e começou a falar: 

- Essa história é de um tempo em que a terra andava em desequilíbrio, como uma pequena criança que aprende os primeiros passos, de um tempo em que o brilho das estrelas era diferente. Vou te ensinar porque a Lua foi dividida em fases! 

Tudo começou com a Dança das marés, O Oceano senhor de todas as águas em Gaia vivia um período agitado, impetuoso como um homem tentando alcançar seu grande amor. E essa meu neto era a formosa Lua que reluzia espalhando todo seu esplendor por todo céu. Oceano queria de qualquer forma agradar a donzela, ou ser notado por ela, mostrando seu lado agressivo ele aumentava o fluxo das águas para mostrar valentia e poder sobre Gaia, porém a Lua nada demonstrava.
E nos dias mais claros, onde o céu é azul e a donzela resolve aparecer, ele ordenava a todas as belas criaturas vivas em suas águas que prestassem uma homenagem a formosa Lua, mas ela continuava lá brilhando solitária no alto do firmamento. O Oceano já não sabia o que fazer todos seus esforços eram nulos, o que gerava ira,  quando a Alma do Oceano está  no estado de ira acontece o fenômeno que chamamos de Dança das marés, O grande Oceano começa a expandir os sete mares sobre Gaia a terra e isso estava destruindo muitos seres.
Até que a Sábia Gaia, enviou um de seus filhos para aconselhar guiando o Oceano, tal ser era um lobo cinzento vindo das longínquas montanhas do norte. O lobo conversava com a lua todas as noites e sabia que todas as noites eram de lua cheia porque ela queria impressionar o Oceano, pois também o amava.
Não era sensato separar tal amor pensava o lobo, porém ele precisava achar um meio único de que esse amor fosse bom tanto para Gaia quanto para os amantes, pois a lua cheia perto do Oceano todas as noites iria destruir a terra, o fluxo das águas iria encobrir tudo. 

Então o lobo astuto que recebeu o dom de Gaia para caminhar sobre as águas traiçoeiras chegou até o coração do Oceano onde lá propôs para que a lua seja dividida em fases e que os amantes apenas se encontrem quando a mesma estiver cheia, ambos concordaram.
O cinzento começou o ritual, caminhou para trás enquanto concentrava-se na lua, uivou cobrindo todos os sete mares aproximando a lua cheia do Oceano, nesse momento as estrelas brilhavam e o céu foi tomado por uma Aurora que serviu de ponte para que as duas almas conseguissem se encontrar.
Quando o velho terminou de contar a história, o neto estava olhando fixo para o horizonte, onde o céu encontra as águas do mar, e por um instante a criança observou o Lobo cinzento caminhar os observando,então a calada da noite foi tomada por um longo Uivo de gelar a espinha. Foi quando o Neto aprendeu que as lendas não são por acaso. 



2 comentários:

MODA E EXCELÊNCIA POR LÊ MOTA disse...

Parabéns pelo blog...
Sucesso...

Estou seguindo vc.
http://modaeexcelencia.blogspot.com/

@der_werwolf disse...

Opa obrigado ^^ vou seguir o seu blog também Lê Sucesso para ambos